Publicado por Felipe, em .
Mas uma vez, a equipe do "Animes e Games" e esse singelo colaborador, sim eu haha, queremos trazer algo diferente para vocês. Eu estava assistindo "Hi Score Girl, um anime para lá de bom diga-se de passagem, com um enredo baseado em batalhas de fliperamas onde são decididos até relacionamentos, sim, há um triângulo amoroso entre os protagonistas e quase todas as decisões são decididas na base da ficha, e pensei; por que não fazer um artigo neste belo feriado sobre estes jogos que nos deram ou pelo menos para alguns, boas horas de diversão em uma tarde qualquer e trazer aquele sentimento gostoso de nostalgia.

Lembrando que o critério aqui usado, foram os principais jogos usados no enredo do anime Hi Score Girl, mas o protagonismo do artigo será dos jogos, com a inclusão de alguns fatos co-relacionados ao anime.

O primeiro da lista não poderia ser ninguém menos que....

1- Street Fighter II

Clique para ver a imagem em tamanho original

Street Fighter II é um jogo de luta competitivo desenvolvido pela Capcom e lançado para arcades em 1991. A sequência do jogo de Street Fighter lançado 1987, ele adicionou vários personagens jogáveis, cada um com seu próprio estilo de luta, e recursos como comandos baseados em movimentos especiais, uma configuração de seis botões e um sistema de combinação. Foi o décimo quarto jogo da Capcom a usar a placa do sistema de arcade CP System. Em 1994, o Street Fighter II já havia sido jogado por pelo menos 25 milhões de pessoas nos Estados Unidos, em casa e em fliperamas. Acredita-se que Street Fighter II popularizou o gênero de luta e provocou um renascimento da indústria de jogos de arcade, e aparece em várias listas dos melhores videogames de todos os tempos.

Clique para ver a imagem em tamanho original

No anime o protagonista não usa Ryu ou Ken como muitos pensariam, o main char dele é o Guile. Uma curiosidade é que o anime tira sarro das infinitas variantes do segundo jogo como: ("Street Fighter II: Champion Edition", "Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting", "Super Street Fighter II: The New Challengers", "Super Street Fighter II Turbo") e a falta de um terceiro jogo propriamente dito.

2- Final Fight

Clique para ver a imagem em tamanho original

Final Fight é um beat'em up de grande sucesso lançado pela Capcom ainda no final dos anos 80, que influenciou uma leva de jogos de outras produtoras que surgiram depois e alguns deles também da própria Capcom. Aqui temos a primeira aparição de Poison em um jogo, ela estreou no Final Fight, de 1989. Por possuir suposta identidade transgênero, a personagem atrai muitos fãs pelo mundo. O jogo original foi sucedido por Final Fight 2 e Final Fight 3, ambos lançados em 1993.

Clique para ver a imagem em tamanho original

O jogo original lançado para o SNES não incluí o Guy, por isso foi lançado o Final Fight Guy (no Japão: Final Fight Tough), onde houve inclusão do mesmo.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Uma curiosidade dessa parte é a técnica de alquimização que a protagonista usa para atingir pontuações absurdas. A alquimização em Final Fight, consiste em destruir um barril apertando o botão de salto ou uma seta do joystick uns 0,033 segundos depois de bater no barril. Confesso que desconhecia essa técnica.

3- Virtua Fighter

Clique para ver a imagem em tamanho original

A série Virtua Fighter é uma franquia de jogos de luta, criada por Yu Suzuki (o mesmo criador de Shenmue), e em conjunto com a SEGA, no estúdio AM2. A base do jogo envolve dois combatentes precisando vencer dois dos três Rounds, a cada Round, sendo 30 segundos de duração ou mais. Se um personagem é nocauteado (ou cai fora) da arena de luta, o adversário ganha o Round. Um quarto Round será necessário se houver um nocaute duplo (ambos os jogadores a bater-se mutuamente ao mesmo tempo) em um Round anterior, então o jogo volta para cada um dos personagens.

Em 1998, a série foi reconhecida pela Smithsonian Institution no campo da arte e entretenimento, e tornou-se uma parte da Smithsonian Institution permanentemente de Investigação e Recolha de Informação em Inovação Tecnológica. Os gabinetes de arcade estão atualmente conservadas no Smithsonian's National Museum of American History.

4- Mortal Kombat

Clique para ver a imagem em tamanho original

Mortal Kombat foi o primeiro título da série de jogos de luta lançado nos arcades, precisamente em 1992, desenvolvido e publicado pela Midway Games. Posteriormente, várias versões do jogo para diversos consoles foram lançadas pela Acclaim Entertainment.

Clique para ver a imagem em tamanho original

O jogo introduziu muitos aspectos-chave para a série Mortal Kombat, incluindo o esquema de controle único de cinco botões e movimentos de finalização sangrentos. Os famosos Fatality. Na gif acima podemos ver uma das protagonistas executando essa famosa finalização sem ter qualquer conhecimento, puramente na sorte.

O jogo centra-se na jornada do monge Liu Kang para salvar a Terra do mal do feiticeiro Shang Tsung, terminando com seu confronto no torneio conhecido como Mortal Kombat. Mortal Kombat tornou-se um jogo best-seller e continua a ser um dos jogos de luta mais populares da história do gênero, gerando inúmeras sequências e spin-offs ao decorrer dos anos anos e décadas, começando com Mortal Kombat II, em 1993, e, juntamente com a primeira sequência houve uma sucedida adaptação cinematográfica em 1995. No entanto, também provocou muitas controvérsias por sua representação de violência extrema e escornar usando gráficos realistas digitalizados, resultando na introdução de avaliações específicas por idade descritas no conteúdo para jogos de vídeo.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Uma cena muito legal e quando o protagonista executa o move do Raiden e há uma conversa sobre o que ele grita enquanto faz o movimento, eu mesmo nunca entendi...

5- Samurai Shodown

Clique para ver a imagem em tamanho original

Samurai Shodown ou (Samurai Spirits no japão) é um jogo de luta de videogame desenvolvido e lançado pela SNK em 1993. Samurai Shodown colocou a SNK no mapa e sobressaiu-se sobre jogos de arcade na época. O presidente da Noise Factory, Keiko Iju, clama que um dos fatores que contribuíram ao sucesso do jogo foi a modificação do tema medieval a um jogo de luta 1 contra 1, um grande contraste entre outros jogos que têm sua história baseadas no tempo contemporâneo. Esse é um dos 3 jogos que os protagonistas apostam todas as suas fichas em um combate técnico para decidir o futuro.

6- The King Of Fighter's 95'

Clique para ver a imagem em tamanho original

Não poderia faltar esse na nossa lista né, The King of Fighters '95 é um videogame produzido no ano de 1995 pela empresa fabricante de jogos SNK. É o segundo jogo da série The King of Fighters e o primeiro da segunda saga da franquia, a Saga Orochi. O jogo trazia uma mecânica do seu antecessor de lutas em times 3x3 com especial moves.

Clique para ver a imagem em tamanho original

O roster de lutares continha alguns de outros jogos do mesmo universo da própria SNK como: Terry Bogard, Andy Bogard e Joe Higashi do Fatal Fury lançado originalmente em 91; Ryo Sakazaki, Robert Garcia e Takuma Sakazaki do Art of Fighting lançado originalmente em 92. É nesse jogo que temos também uma reviravolta épica onde tudo está preste a ser definido pelos protagonistas.

7- Darkstalkers: Night Warriors

Clique para ver a imagem em tamanho original

Vampire Hunter/Night Warriors: Darkstalkers' Revenge lançado em 1995, é a sequência do tão aclamado jogo Vampire/Darkstalkers: The Night Warriors lançado em 1994. O jogo possui características de Street Fighter, mesclado com algumas novas técnicas, como Air Blocking (bloqueios aéreos), Crouch Walking (andar agachado) e Chain Combos (combos em sequencia). Assim como acontece em Super Street Fighter II: Turbo, foi incluido uma barra de Super Combo (aqui chamado de Super Moves), porém divida em três níveis. A mudança mais marcante em seu sistema de jogo é a adição das "Hunter Chains", que envolve a combinação de uma série de ataques básicos, desde o ataque fraco ao forte, fazendo com que o jogabilidade se torne bem mais dinâmica que o seu predecessor.

Clique para ver a imagem em tamanho original

Com o passar do anos os personagens da série, foram utilizados em um crossover de jogos da Capcom envolvendo-os com personagens da editora Marvel. É neste jogo que temos uma batalha de alto nível digno de campeonato.

E com isto finalizamos este artigo e espero que tenha feito alguns relembrarem dos tempos áureos do fliperama. O anime encontra-se disponível na Netflix. Espero que vocês gostem e comentem sobre o que acharam, a opinião de vocês é muito importante para nós sabermos que rumo tomar em nossas matérias. Até a próxima.
Felipe
Felipe
Um Singelo colaborador, apaixonado por games, animes, mangas e HQs.
Viciado em música eletrônica, Wave e Rock. Amante do tema Cyberpunk.
Colaborador do site