The Last of Us | Criador da série promete cena ''de cair o queixo'' que foi deletada do jogo

Craig Mazin continua trabalhando ao lado de Neil Druckmann
Publicado por MarK, em .

Durante participação no programa Must Watch, da BBC, Craig Mazin trouxe mais detalhes da sua abordagem na série The Last of Us. O roteirista se mostra muito empolgado, apesar da decepção por toda essa situação da COVID-19 ter atrasado a produção.

''Nós estamos criando elementos inéditos, e reimaginando algumas coisas que já foram mostradas no jogo. É algo necessário para apresentar tudo dentro desse novo formato. Nosso objetivo não é fazer você se apaixonar pela primeira vez por The Last of Us, mas sim continuar apaixonado de um jeito diferente. Ao invés de jogar, desta vez se trata de uma experiência passiva, de apenas assistir. Então, esperamos que as experiências sejam intensas. Sinto que temos algo muito bom nas mãos.''

''Caso já tenha jogado, a intenção é que essa pessoa assista a série e diga, 'Isso não violou em nada de tudo aquilo que eu gostei do jogo. Ao invés disso, me trouxe coisas diferentes que ainda não conhecia, e que foram muito bem-vindas para esse universo.'''

Mazin também confirmou que teremos uma importante cena na série e que acabou sendo deletada por Neil Druckmann no desenvolvimento do jogo original.

''É algo de cair o queixo. Nós tínhamos que faze-la. É curioso porque, por um bom tempo estavam tentando fazer um filme, e entendo perfeitamente porque não funcionou. Tudo faz parte de uma jornada. Cenas como essa não seriam bem desenvolvidas nesse possível filme.''

O criador, roteirista e diretor criativo do game, Neil Druckmann, está envolvido na produção e trabalhará ao lado de Craig Mazin, criador da série limitada Chernobyl. O projeto é uma coprodução da HBO com a Sony Pictures Television e será a primeira série de televisão da PlayStation Productions.

Originalmente lançado em 2013, The Last of Us foi aclamado pela crítica por sua fascinante história pós-apocalíptica, centrada no relacionamento entre Joel, um contrabandista neste novo mundo, e Ellie, uma adolescente que pode ser a chave para uma cura para a pandemia mortal.

Joel é contratado para contrabandear a menina de 14 anos de idade de uma zona opressiva de quarentena. O que começa como um pequeno trabalho logo se torna uma jornada brutal e comovente, pois ambos precisam atravessar os EUA e depender um do outro para sobreviver.

A série da HBO cobrirá os eventos do jogo original, que foi escrito por Druckmann, com a possibilidade de conteúdo adicional baseado na sequência do jogo, The Last of Us: Part II.

Fonte: Ovicio
MarK
MarK #mark

Gosto de vários obras diferentes, mas com tendência para histórias estranhas e engraçadas.

Gosto de artes, jogos, desenhos e coisas interessantes.

Administrador
true