Published by Allan Kardec, on .
Em um momento no qual a Electronic Arts está sendo duramente criticada por suas políticas de microtransações em Star Wars Battlefront II e Need for Speed Payback, surge outra história grave sobre a maneira como a empresa lida com seus desenvolvedores. Aparentemente, o criador de Plants vs. Zombies, George Fan, foi demitido da empresa após se recusar a trabalhar com um modelo "pay to win" em Plants vs. Zombies 2.

Quem revelou a história foi um dos criadores de Super Meat Boy, Edmund McMillen, em uma participação recente no podcast BaertTaffy. Segundo ele, Fan estava apreensivo em adicionar sistemas que modificassem o funcionamento do jogo e em, vez de negociar isso com o criador, a Electronic Arts preferiu demiti-lo.

Até a revelação, os motivos pelos quais o criador do game partiu caminhos com a PopCap permaneciam um mistério. Até o momento, Fan não se pronunciou oficialmente sobre a situação, mas o silêncio que ele emprega em relação à sua antiga empregadora indica que ele não deve fazer isso em um futuro próximo.

Enquanto o primeiro Plants vs. Zombies é um game no qual basta pagar uma única vez para ter acesso à experiência completa (o que não o impediu de ser um grande sucesso), a sequência veio recheada de microtransações. Em um momento no qual a Electronic Arts parece disposta a incluir caixas de loot em seus principais games, a revelação para os motivos da demissão mostram que certas práticas consideradas "predatórias" já são padrão dentro da empresa há um tempo considerável.
Allan Kardec
Allan Kardec (okardec)
Programmer, Game Developer, Indie Games, Arts and Anime enthusiast.
I created the site as a hobby to post interesting and random content that I see around.
Site Administrator, 35 anos, Earth, Solar system - Milky Way
Leave your comment to let us know what you think of the publication
Don't forget to follow us on Facebook, Twitter or Instagram